terça-feira, 13 de março de 2018

LUTO: BEBETO DE FREITAS MORRE APÓS PARTICIPAR DE EVENTO NA CIDADE DO GALO




O esporte brasileiro está em luto. Bebeto de Freitas, de 68 anos, diretor de administração e controle do Atlético-MG, faleceu após passar mal dentro da concentração na Cidade do Galo, na tarde desta terça-feira. Ambulâncias e um helicóptero chegaram a ser acionados para socorrer o dirigente, que não resistiu a uma parada cardíaca e morreu antes de ser levado para um hospital.
Bebeto havia participado normalmente do lançamento do time de futebol americano do Atlético-MG, o Galo FA, em evento que ocorreu no fim da manhã.

Após a cerimônia, os convidados se dirigiram ao hotel do clube, na parte superior do centro de treinamento. Bebeto de Freitas acabou passando mal, enquanto apresentava as acomodações da concentração atleticana. Ele chegou a receber o primeiro atentimento médico em um dos quartos do prédio, mas não re A carreira esportiva de Paulo Roberto Freitas, o Bebeto de Freitas, é extensa: foi jogador e técnico da seleção brasileira de voleibol. Comandou a histórica geração de prata da seleção masculina em Los Angeles-1984. Além do feito, também revelou uma série de jogadores que fizeram da equipe uma seleção imbatível nos anos seguintes, como Carlão e Giovane. Bebeto também foi o mentor de dois outros grandes treinadores do vôlei mundial: José Roberto Guimarães e Bernardinho. Depois, se sagrou campeão da Liga Mundial de 1997 e do Mundial com a Itália em 1998, até que o amor pelo Botafogo bateu mais forte em seu peito e lhe fez trocar de esporte.

No futebol, teve a primeira passagem pelo Atlético-MG em 1999. Trabalhou no clube ainda em 2001. Foi presidente do Botafogo entre 2003 e 2008. Posteriormente, voltou ao Galo como diretor-executivo, em 2009. Assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, no início de 2017. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube, desta vez no cargo de diretor de administração e controle.sistiu antes de ser levado para um hospital na capital mineira.

A situação alterou a programação do Atlético-MG na tarde desta terça-feira. O time se prepara para o confronto com o Figueirense, pela terceira fase da Copa do Brasil, marcado para esta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência. Uma das coletivas que aconteceria no CT alvinegro foi cancelada. Jogadores, funcionários e dirigentes do clube, que ficaram na parte de cima do centro de treinamento, onde a imprensa não tinha acesso, se mostravam muito abatidos com o ocorrido. O treinamento acabou cancelado.


GLOBO.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário